quarta-feira, 7 de setembro de 2005

Ermida de S. Bento (4/5)

7 comentários:

alentejodive disse...

Este espaço continua a ser uma maravilha para os olhos.

Além de ser óptimo para o meu "alentejanismo cróníco".

Parabéns.

C.S.A. disse...

Gostei de ver e aprender.

António Caeiro disse...

Alentejanismo crónico ... paixão pelo alentejo ... "males" (dos bons) que tb eu sofro!!!

Platero disse...

Pois eu não sou alentejano, mas adoro o Alentejo, as terras, as pessoas e a gastronomia (Migas de espargos verdes em Mora, Perdiz em Évora, Pombo à Tia Maria em Mora, ovos com cogumelos em Pias, ensopado de borrego em Évora, açorda de bacalhau em Serpa, Porco preto em Barrancos, Sericá com ameixa, encharcada...só ainda não provei a sopa de cação)

E os vinhos? Huuummmmm!!!

António Caeiro disse...

ora que belos petiscos! Eu tb não nasci no Alentejo mas vou com regularidade a Monsaraz e também à Póvoa de S.Miguel (perto de Moura), pelo que me considero mais Alentejano que Alfacinha... :)

AnaCristina disse...

Pois eu sou uma alentejana convicta que teve a infelicidade de ter que viver no Algarve...
Isso fez com que o meu "alentejanismo" crescesse exponencialmente... e os passeios ao Alentejo aumentassem.
Em boa verdade, descobri mais Alentejo depois de viver no Algrave do que antes!!

António Caeiro disse...

:)