segunda-feira, 16 de janeiro de 2006

Um olhar distante

9 comentários:

major disse...
Este comentário foi removido por um administrador do blogue.
major disse...

Lá bem no alto erguida,
Altiva e majestosa,
A Velha Torre, desgostosa...
De andrajos está vestida.
Por contingências da vida
Terá o tempo contado...
Vestiu cetim e brocado!
Tão alvos como os arminhos...
Pousavam lá os anjinhos;
Agora... Passam de lado.

major disse...

Ó amigos Caeiro apague lá esse dos arteríscos. Era o racunho... enganei-me a copiar.

António Caeiro disse...

major: obrigado pelo poema, e que venham mais é o que desejo.
(apaguei o de cima tal como tinha pedido)
abraço e um bom dia.

Ana disse...

E locais, aconselhados, onde ficar?

xxx

A

Platero disse...

Olá amigo

Tenho mesmo de ir um dia destes a Monsaraz.

Boa semana

António Caeiro disse...

a: vou arranjar uma listagem de sitios onde ficar.
platero: vale bem a pena o passeio.

Lumife disse...

Já estranhava não vir por aqui mas o tempo não permitia. Mas hoje marquei visitas a todos os amigos.

Espero que esteja bem pessoalmente pois sobre o blog confirmo que continua a estar impecável com todos os recantos que descobre e que partilha connosco.

Também contamos consigo no dia 22 de ABRIL no ENCONTRO DE BLOGS EM ALVITO. Estamos preparando o programa.

Um abraço.

António Caeiro disse...

Lumife: realmente já à algum tempo que não te "via" por estas paragens.
abraço e bom regresso.