sábado, 10 de março de 2007

Grupo Coral da Freguesia de Monsaraz






Andorinha Nossas Penas


Andorinha companheira
Quando tu vestires de cor
Eu hei-de arranjar maneira
De vender nalguma feira
As minhas penas de amor

Andorinha dos beirais
Sempre de luto vestida
Tuas penas são reais
Eu tenho tantas iguais
Que davam para duas vidas

Ninguém conta as tuas penas
As minhas não tem ninguém
As tuas são mais amenas
Andorinha duras penas
Aquelas que a gente tem

Vem de longe sobre o mar
À procura de calor
E eu aqui neste penar
Andorinha sem achar
A quem dar o meu amor

Autor: Manuel Sérgio
Ponto: Francisco Vidigal
Alto: Manuel Jacinto



fotografia e música retirada da página do Grupo Coral,
aqui)
Enviar um comentário