sexta-feira, 26 de setembro de 2014

Geocaching em Monsaraz

Geocaching é a caça ao tesouro que se passa no mundo real. É um passatempo, um desporto ao ar livre e para o qual se utiliza um receptor de navegação por satélite.

Existem actualmente cerca de 2,500,525 geocaches activas e mais de 6 milhões de geocachers em todo o mundo. A primeira colocação de uma cache com auxílio de GPS ocorreu em 3 de Maio de 2000 por Dave Ulmer. A localização foi anunciada no newsgroup sci.geo.satellite-nav. Três dias depois tinha sido encontrada duas vezes e registada uma vez.

O Geocaching, normalmente é feito em grupo, em família, dando o exemplo da cache que se encontra escondida numa coordenada algures em Monsaraz e de nome “Conto de Fadas II”, que já teve até à data, 680 visitas registadas, ou seja a este tesouro, a esta coordenada, possivelmente já chegaram mais de 1000 pessoas.

O Objectivo do geocaching é para além do passeio ao ar livre, das caminhadas, dar a conhecer sítios, monumentos, locais a outras pessoas, que provavelmente sem o geocaching nunca iriam a determinados pontos. Há caches de fácil acesso, outras nem por isso. Em Faro, por exemplo, existe uma cache que se encontra dentro de água, no meio dos três canhões, a 2,5 metros de profundidade na maré vazia.

A originalidade das caches depende da criatividade de quem as esconde.

Alguns exemplos de caches, na zona de Monsaraz, e o seu respectivo número de registos:
Conto de Fadas II - [Monsaraz] - 680 visitas registadas
Ermida de São Sebastião - 259 visitas registadas
Ermida de Santa Catarina – Monsaraz - 252 visitas registadas
Cromeleque Xeres - 461 visitas registadas
BA05 - Anta do Olival da Pêga - 286 visitas registadas
O tesouro de Mourão - 293 visitas registadas
A fonte da manivela - 73 visitas registadas
Pedra dos Namorados (Valentine's Rock) - 116 visitas registadas
Campinho (Reguengos de Monsaraz) - 100 visitas registadas

site oficial: www.geocaching.com



Enviar um comentário